Amostragem da Fábrica Viúva Lamego


O edifício da Fábrica de Cerâmica da Viúva Lamego fica situado no largo do Intendente  em Lisboa.
A fábrica foi fundada  em 1849 por António da Costa Lamego, após a morte do seu fundador passou a designar-se comercialmente por "Viúva Lamego". Todo o prédio forrado a azulejos que torneja para a Av. Almirante Reis constituía a zona de oficinas. Está classificado com imóvel de interesse público.
  • Fonte - http://pt.wikipedia.org/wiki/F%C3%A1brica_de_Cer%C3%A2mica_da_Vi%C3%BAva_Lamego

 

Algumas  peças da minha coleção
Jarra de altar em forma tubular
Candelabro, a peça que mais gosto e que a minha filha levou esta semana para a sua nova casa...além de outras. Interessante noutros tempos os haveres eram tiradas às sortes aos descendentes após o seu falecimento -, hoje já se levam de casa dos pais em vida -, francamente acho esta atitude mais sensata, apesar da minha filha ter escolhido as peças que adoro -, que fazer, já tive o meu tempo com elas, agora é a vez dela, assim vou revezando outras guardadas. Claro que sinto orgulho de gostar das coisas minhas. Lamentos oiço de muita mãe das filhas e filhos não apreciarem nada do que tem!
Prato a minha 1ª aquisição em Azeitão, custou-me 1€ por estar brocinado na aba. Utilização de barro vermelho
  • Esta peça tem honras na parede da minha sala com mais de 50 peças...
  • Chávena pintada a azul

  • Miniatura de bacia...seria para brincar(?)
  • Pratinho minúsculo está noutra casa junto duma janela de cacilheiro e outro prato maior também como uma caravela
  • Todas as peças estão assinadas, embora as marcas sejam várias, umas a carimbo, outras manualmente revelam ser de fabrico industrial de diferentes épocas e até de barros diferentes:vermelho e branco.
  • Pessoalmente é uma fábrica que não me cativa na paixão seja pela textura da massa, decoração e esmaltes, há peças que parecem feitas em grés.Mas claro também há muita qualidade.

Comentários

Postagens mais visitadas