Faiança dita Cavaco de Gaia

Ando há que tempos para aqui mostrar um pouco do que tenho em faiança supostamente da fábrica "Cavaco".

A história desta fabrica não se poderá nunca escrever, sem que ser indissociável a sua ligação com outras três fábricas:
Fábrica do Cavaco
Fábrica do Monte Cavaco
Fábrica do Cavaquinho
Todas em Vila Nova de Gaia, com os mesmos proprietários e com peças de faiança com marcas bem distintas.
A Fábrica do Cavaco foi estabelecida na Quinta de Valle de Amores, em 1768, vulgarmente conhecida por Cavaquinho. A existência desta fábrica foi ofuscada pela vizinha criação de uma segunda com maior visibilidade histórica.
Procedeu-se assim à união das duas fábricas, passando ambas a laborar apenas na louça de pó de pedra, em reconhecimento do sucesso verificado.
Merecendo a aprovação Real de Sua Majestade dada a perfeição da sua louça e exportou bastante para o Brasil, tendo o seu período áureo entre 1793 e 1808.
Contudo, a concorrência inglesa e as invasões Francesas, penalizaram-na obrigando-a praticamente paralisar depois de 1808, reabrindo em 1817.
Em 1826 vendem apenas para o país o que limitava esta indústria que tentava reorganizar a produção.
Entra na década de trinta mais uma vez em crise e encerra, passando a albergar nas suas instalações outras indústrias.

A maioria das minhas peças não está marcada e uma das formas de eu as catalogar é por semelhança do desenho quando pintado à mão, das cores, do vidrado e da textura da massa. É certo que todas são de épocas diferentes. Nota-se pelas diferenças do traço;novos pintores, inclusão de novas cores e também do acabamento da peça mais elaborada cerâmicamente.
Gosto particularmente de galos , o rodapé do motivo em verde e o formato do animal e plumagem são características inegáveis, embora aqui apresente um pequeno de outra época mais antiga, pintado por outro artista.
Claro, é a minha dedução!
Começo por vos mostrar uma peça assinada
Pequena jarra comprada num site de leilões.
Sou muito aérea. O vendedor fotografou a peça de forma a parecer grande, nem raciocinei ao ler o texto que por certo incluía o tamanho.Senti-me terrivelmente "enganada",não registei o feedback ao vendedor.
Homem novo, astuto, engenhoso no trabalhar da imagem, o que senti?
Ludibriada, o preço?
Uma loucura, nem digo, ainda se riam de mim...
Prato comprado na feira de Estremoz .
Mais um motivo do "Galo" com bicos simples em rosa e círculos em preto também característico da fábrica "CAVACO"
Prato com o motivo do "Galo" e bordadura em rosa tipo estacas. Comprei-o na feira de Setúbal €.
Vêem-se muitos iguais com bordadura em azul.
Comprado na feira da ladra . Gostei do tom azul forte do rebordo.
O galo é muito bonito.
Este prato é seguramente faiança do século XIX.
A minha prenda de anos deste ano da minha filha, comprou-ma na feira de Azeitão
Nunca vi nada igual,tão elaboradamente policromada
O galo, pintura familiar,a ramagem, inédita
Fiquei fascinada
Impecável. Adoro-a!
Tem marca em preto, carimbo em círculo,por ser faiança e irregular, o carimbo não ficou todo impresso na pasta. Tenho visto esta marca em pratos com motivos muito coloridos com corações na bordadura "CAVACO".Comprei-o na feira da Ladra.
Considero esta peça mais recente de todas aqui mostradas.Mais um para a colecção de galos!
Comprada na feira de Paço d'Arcos.
Sempre adorei infusas. Fazem-me lembrar a minha infância quando ia à loja( assim se chama na minha terra de adopção à adega).
Tantas parti por ir sempre no carreiro a brincar.
Enchia-as sugando com força o vinho que subia pela mangueira, antes de se por o espicho ou a torneira no pipo.
Não a podia lá deixar. A decoração policromada é fabulosa, apenas uma esbeiçadela no bico, coisa sem importância.De cores e vidrado magnífica. Adoro esta peça. Seguramente século XIX.

Comentários

  1. Gostei muito dos pratos e da travessa de galos. em particular o prato com o barrado azul cobalto, e a travessa com a ramagem, comprada na feira de Azeitão.
    abraços cariocas!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Fábio pelo seu comentário.
    Ultimamente tenho optado por fazer um post alusivo a uma fábrica, mesmo as peças não estarem marcadas julgo que serão pertença da mesma. Ao lançar este desafio, lanço a discórdia, e assim vou conseguindo melhorar.
    Ainda bem que gostou dos motivos com o "Galo"
    Abraços
    Isabel

    ResponderExcluir
  3. Olá Isa
    Nem sei por onde começar!
    Em certos posts, seus, fico sem fôlego.
    Tantas peças, tão bonitas,aguça-me o apetite de comprar mais e mais :)
    A infusa é linda, mas...os pratos dos galos extasiam-me, especialmente o quinto prato!
    Beijos e boa semana
    Maria Paula

    ResponderExcluir
  4. Obrigada Maria Paula pelo seu comentário
    Ainda bem que gostou do motivo "Galos".Pois, a tentação existe e sendo comprados em conta, lá se vai o dinheiro. Pior um dia o que fazer?
    Por enquanto ajudam-me a viver, e isso é o mais importante
    Boa semana para si também
    Beijos
    Isabel

    ResponderExcluir
  5. Olá Maria Isabel,
    Tenho andado por muito longe,fisicamente,mas nunca deixei de vir espreitar o seu blogue e continuo a constatar q a sua coleção de faianças é surpreendente. Só esta série dos galos e da fábrica Cavaco é de encher os nossos olhinhos... Gosto particularmente da infusa e da travessa oitavada, típicamente Cavaco.
    No post anterior também adorei algumas peças: achei o primeiro prato lindíssimo, assim como o conjunto de bacia e jarro com motivo a azul, só q na altura não tive disponibilidade para aqui fazer comentário. O q me deixa toda invejosa são os preços razoáveis q consegue aí por Lisboa e Setúbal. As faianças para o Norte são geralmente mais caras...
    Continue a maravilhar-nos.
    Beijos
    Maria A.

    ResponderExcluir
  6. Obrigada Maria Andrade pelo seu comentário.
    É sempre um prazer constatar que continuamos a ser seguidos, vistos. Muito bom.
    A semana passada passei pertinho de si, a minha irmã fez anos no dia 9 e levou-nos ao Porto. Adorei!
    De volta entramos pela Anadia e viemos ao leitão, claro. Então não vi a seta a dizer Curia...pois!
    Na primavera passarei, quem sabe.
    Bom fim de semana
    Beijos
    Isabel

    ResponderExcluir
  7. Ola Isabel, já venho um pouco atrazada mas vale a intenção, adorei as peças do post, especialemente os pratos, lindos com os galos...adoro-os!!!

    Um beijinho muito grande e um abraço apertado

    Marília Marques

    ResponderExcluir
  8. Olá Marília, obrigada pelo teu comentário.
    Ainda bem que gostaste dos "Galos".
    Beijinhos para ti e Dany do fundo do coração
    Boa semana que as Festas estão ai a chegar
    Beijos
    Isabel

    ResponderExcluir
  9. já reparou que compra quase tudo por 10€ ou a senhora tem muita sorte ou eu tenho muito azar ou me... um pouco

    ResponderExcluir
  10. Meu caro
    Bem aparecido e obrigado pelo seu comentário
    Lamento desaponta-lo. Há quem me critique o jeito de por os preços. Faço-o por dois motivos
    1º nunca fico com nada na manga
    2º um dia a minha filha quando as quiser vender ter a percepção do valor a pedir.
    3º Também regateio
    4º Tenho vendedores conhecidos que fazem sempre uma atenção e até me oferecem uma peça de vez em quando.
    5º compro as peças partidas,mal coladas com gatos, e esbeiçadelas
    Tenha calma, quando entrar no esquema compra tudo a 10 €

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas