segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Prato da faiança de Gaia

Prenda do 39º aniversário de casamento, comprado na feira de Belém.
Trata-se de um prato com decoração cantão popular, numa pintura manual muito ingénua,em monocromia azul cobalto.Ao centro um casario ao jeito de pagode em rodapé sequência de pequenas ondas rematada por uma vedação junto a outro casario enquadrado com ramagens de flores.
A aba do prato é decorada com reservas onduladas  fechadas a riscas e por montes com flores
O tardoz apresenta um vinco do covo para a elevação da aba que é carateristico em faiança do norte (Gaia) mas ainda não sei qual foi a fábrica. é notário no tardoz e na frente.
Tinha de ser uma fábrica com capacidade financeira, para usar azul cobalto, que era importado e caro.
O barro usado é branco, na tonalidade usada em Gaia.Bom esmalte.

Poderá com muita certeza ser catalogado do século XIX, pelo tamanho pequeno, azul cobalto e pela pintura manual.Este tipo de casario ingénuo tem sido atribuído a Miragaia numa determinada época, creio que seja doutra fábrica sediada em Gaia, Senhor do Além ou SAVP ou...
Mereceu destronar outro na parede da sala...

Souvenir da Fábrica Cesol de Coimbra

Caneca da Fábrica CESOL de Coimbra anos 50. Pintura monocromática em castanho . Imagem de Nossa Senhora da Rocha dentro de um coração en...