terça-feira, 26 de maio de 2015

Motivo Willow de Coimbra ou Tavarede(?)

Fascino-me com o motivo cantão popular. 
A diversidade no tema é imensa, talvez seja por isso o fascínio em sentir que os pintores  sentiam ao ver a decoração do Cantão China, no mesmo tema foi imitado por outras fábricas como Miragaia, Darque, SAVP , Coimbra, Aveiro e,...
Na volta na olaria a sua faiança era pintada com o seu cunho pessoal, sem conhecimento do enredo da verdadeira história do motivo  Willow .
Prato em monocromia azul e aguada sob esmalte amarelado. Apresenta- se ao centro fechado por um filete circular seguido de outro largo em aguada onde nasce a decoração do motivo Willow onde não falta a ponte, barco, pombos (amantes), salgueiro e os pêssegos no tardoz do pagode  sob rodapé em aguada. 
O motivo enquadra-se com  conjunto de linhas que no céu imitam nuvens e no rio a água.
 No limite do rebordo apresenta um filete fino  com cercadura dupla de arabescos a stencil em azul.
Tardoz esmalte cor de grão.
Mais um prato com "furinho" na aba que encontro em 99% de faiança do centro do País, um hábito as pessoas humildes os penduravam por falta de armários, este ainda traz o cordel.
Produção finais século XIX início de XX do centro, Coimbra ou Tavarede (?) pela simplicidade da decoração do rebordo, copiaram muito do que se fazia em Coimbra. 

Tavarede
Tavarede ou Coimbra(?)
Comparação de dois pratos no mesmo motivo decorativo vejo muita semelhança
Já aqui o primeiro prato apresenta o casario diferente, aparente igreja(?), com o rio, barco e arvoredo diferente -, para mim são todos produção centro do País.

Fontes
Excerto sobre produção de Tavarede e o prato falante  retirado do Blog Arte  Livros e Velharias

Souvenir da Fábrica Cesol de Coimbra

Caneca da Fábrica CESOL de Coimbra anos 50. Pintura monocromática em castanho . Imagem de Nossa Senhora da Rocha dentro de um coração en...