Canjirão antropomórfico da Fábrica da Meadela em Viana do Castelo

Comprei uma réplica de um  canjirão antropomórfico na feira de Algés para engalanar uma das minhas cozinhas, em parelha com os potes das especiarias . 
Darque em Viana, encerrou portas passados noventa e dois anos e em 1947, é fundada a Empresa de  Cerâmica Regional Vianense, Lda mais conhecida por Fábrica da MeadelaTinha como principal objetivo ressuscitar a louça tradicional de Viana do Castelo. Tarefa nada fácil, uma vez que não foi possível obter uma pasta tão perfeita como a antiga, nem as cores originais. É sob a orientação do engenheiro João Dias Coelho, vindo da Fábrica Vista Alegre, que se começam a utilizar novas técnicas de produção e começa a produzir-se louça em grés fino com pintura sob o vidrado.
Foi nesta altura que o artista António Pedro realizou obras notáveis em grés, contribuindo para o sucesso artístico da empresa. Mais tarde, sob a direcção do Eng.º Lencart e Silva, e com os artistas Armando Veríssimo e Augusto Alves, conseguiu aliar-se a qualidade e beleza da louça decorativa com o sucesso comercial da mesma. Também o escultor Laureano Ribatua preservou a prevalência dos critérios artísticos, verificando-se, nos dias de hoje, uma aposta em novos desenhos. Deste modo, a tradição das peças de decoração original alia-se, harmoniosamente, com a contemporaneidade de novas propostas.


Pintado em cor monocromática em azul. A caneca apresenta o homem de cabaça na mão a encher um copo.
Assinada a dourado para  consumo e exportação
Algumas canecas antropomórficas de faiança de Darque(?) que descobri na net

Durante muitos anos, sobretudo nos últimos adoptado a denominação de “Louça Regional de Viana” que produziu peças não só decorativas, mas também utilitárias e funcionais que podem ser utilizadas no dia a dia. 

A louça regional utilitária e decorativa que esta fábrica produz baseia-se em três motivos distintos: motivos religiosos, florais e brasões de famílias antigas que tiveram a sua história na cidade de Viana. 
Produz igualmente reproduções do séc. XVII e XVIII de peças existentes no Museu de Artes Decorativas da cidade e também uma nova linha do moderno design cerâmico. 
Fotos retiradas da net
A atravessar um momento difícil, a fábrica da “Louça Regional de Viana” encontra-se há um ano com a produção suspensa, mantendo somente uma loja/galeria junto à fábrica e um pequeno museu com o valioso espólio de que dispõe. 

Fontes
http://olharvianadocastelo.blogspot.pt/2011/08/exposicao-louca-regional-de-viana.html
http://olharvianadocastelo.blogspot.pt/2013/09/fabrica-de-louca-da-meadela-fazer.html

Comentários

Postagens mais visitadas