Sacavém em motivos rurais da Real fábrica

A decoração que apresento - motivos da ruralidade,  junta de bois e arados e  do  rio com faluas e barcaças.
Os pratos apresentam marcas minúsculas em verde que nem aparecem nos livros da especialidade, igual ao penico. Serão da Real Fábrica fabricados por volta de 1860.
Nota-se que a pasta não é de grande qualidade - basta por os pratos em água para se sentir que de imediato a textura da massa a absorve .

Pratos todos no verso com a tal marca a verde

Comprei este pratinho de Sacavém marcado tão semelhante quer na pintura quer no tardoz com os anéis dos fretes e no caso debaixo do rebordo - para comparação como o "copianço" era flagrante entre fábricas.
Já tive um prato de sopa mais antigo com o rebordo recortado com esta decoração assinado Sacavém.
Aparentemente no penico a massa  é mais translúcida no entanto no tardoz onde aparece a marca vê-se a mancha amarelada "esquartejada" como muita loiça de Sacavém pela porosidade. 
  • Prato de grandes dimensões, usado nas Beiras para dar o arroz doce aos homens que batiam na eira o trigo, na roda dele todos o comiam. 
  • Penico -  Real Fábrica  de Sacavém produção entre 1886- 1894 embora não tenha o carimbo, apenas uns sinais pequenos em verde-, uma carateristica ao tempo.
    A textura da massa não sei se será pó de pedra, parece porcelana em relação a muito prato de outras épocas, embora no fundo o craquelê e uma mancha revela a porosidade.
  • marca em verde - vislumbro letras -  J  F
Travessa com motivos campestres a séptia e no tardoz em verde arabesco tal como nas outras peças foto de cortesia da banca do Sr Pedro de Setúbal

Comentários

Postagens mais visitadas