Sacavém com publicidade

Taça para  marmelada . De vez em quando compro uma peça de "Sacavém" que acho especial .Sem ser a minha fábrica favorita -, tenho algumas peças que gosto, acredito vir a comprar mais umas quantas. A última foi esta taça em retangulo comprada na feira de Paço d'Arcos a um preço banalíssimo. No entanto já conhecia a peça, em tempos andou uma outra  igual noutro vendedor que parece só vender a colecionadores...caríssima.
O vendedor disse-me que também aparecem outras iguais com a inscrição de uma confeitaria de Coimbra. Tenho de descobrir uma dessas. Então não é a minha terra!
Gosto da particularidade do verde, uma das minhas cores prediletas e do nome "MARMELADA" .
Lembra-me a infância, quando a minha mãe a fazia em casa, cortava os marmelos com uma faca de ferro para oxidar - ficava vermelha a nossa favorita em relação à amarela cortada com a faca inox. Na mesa enchia as tacinhas de vidro pequenas que cobria com papel vegetal  cortado em redondo com a tesoura que punha estrategicamente no parapeito das janelas da sala de estar  a secar ao sol. A minha irmã louca por marmelada ia às escondidas com o dedo e roubava-a quase toda...em todas as taças.
A marmelada sabia melhor acabada de fazer do que depois de seca.

Estante com algumas peças Sacavém
Decidi pô-la na estante da saleta junto a algumas peças da mesma fábrica. Conseguem visualizar (?) ..a molheira decorada a verde e castanho, a pequena branca, a grande não 
está marcada pode ser também(?). 




Marca impressa na pasta(?)
  Em baixo a taça debruada a cerise que recebi de herança .
Publicidade - AIYE LOJA - , acho um espanto.
Já agora as malgas brancas  são da Lusitânia e a leiteira às  pintas verdes - Cesol de Coimbra.
Em cima um prato "ratinho" de Coimbra e outro com o mesmo motivo mas já da OAL de Alcobaça.

  
Em baixo três travessinhas da região de Aveiro.
Vidros, relógios e objetos de fazer a barba.

Uma caneca da Viúva Lamego  e outra do norte(?)

  
A taça da Marmelada - a ideia é oferece-la à minha filha para a sua nova casa. Julgo que será apelativa numa estante noutro ambiente, será sempre uma peça que se olha, observa e faz rir.

Com a variante com a publicidade de uma loja em Coimbra comprada em Ponte de Sôr a um colega de Coimbra...muito usada - escura tipo gordura .
Obrigada Hector pelo reparo. 
Assim devem ser os amigos verdadeiros.
Estar atentos, ensinar e partilhar. 
Bem haja pela continuidade da cortesia no meu blog.

Comentários

  1. Que peça deliciosa! Eu não é piada ruim, só porque é de marmelada. Gostei mesmo. Muito simpática, cheia de referências afetivas.
    abraços

    ResponderExcluir
  2. Olá Fábio, seja bem vindo. De fato é uma peça interessante, sem dúvida, prefaciando as suas palavras...cheia de referências afetivas.
    Bjss

    Isabel

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Isa, estive a ver a prateleira e penso que cometeu um lapso. Não consigo ver "... as molheiras, uma leiteira...". Vejo é duas leiteiras e uma molheira. Tudo de bom, Hector

    ResponderExcluir
  4. Caro Hector muito obrigada pela cortesia da visita . Sobretudo pela achega que revela atenção cuidadosa, o que admiro. Já reparei o erro. Julgo. Acrescentei duas leiteiras pequenas de SACAVÉM que estavam escondidas por detrás das malgas grandes. Espero que goste, pelo menos há uma em art déco muito graciosa. Tenho outra igual com um raminho de violetas.
    Continuação de boa semana de trabalho.
    Beijinhos
    Isa

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas