terça-feira, 26 de abril de 2011

Faiança falante dedicada ao Amor!

Minúsculo pratinho com pintura dedicada aos afetos. Ofereci-o a alguém muito especial com uma pianha africana igualmente minúscula entrelaçada. O embrulho foi feito com papel vegetal cortado em redondo , apertei o laçarote com ráfia laranja.
Ao centro apresenta dois corações em vermelho encimados por uma chave-, a do amor dos amantes "M" e "T". Aba com floragem.
A marca no tardoz não é muito visível, pintada a uma meia tinta julgo da Fábrica V A Oliveira de Coimbra(?).
    Imediatamente catapultei a minha imaginação para os lenços dos namorados ainda hoje tão em voga no Minho, nomeadamente em Vila Verde. Sei que este motivo começou por ser pintado na faiança Coimbrã no século XVI e depois por volta dos finais do século XVIII até inicio dos anos 20 do século passado.
    Notoriamente a faiança inspirou as moçoilas casadoiras em bordar este motivo nos lenços e em os oferecer aos namorados, caso eles estivessem interessados no namoro logo os punham ao pescoço, caso não tivessem interesse na moça o deveriam devolver.
    Um Lenço dos Namorados
    Chama a atenção as cores vivas com versos populares, corações, flores e muita inspiração da bordadeira apaixonada.

Souvenir da Fábrica Cesol de Coimbra

Caneca da Fábrica CESOL de Coimbra anos 50. Pintura monocromática em castanho . Imagem de Nossa Senhora da Rocha dentro de um coração en...