Os meus oratórios de Santos e Santinhas

Apeteceu-me aqui mostrar os meus Santinhas e Santinhas, apesar de alguns já serem conhecidos de alguns de vós.
Nossa Senhora da Conceição, comprada na feira da ladra por 10€ para restauro.
Falta-lhe a coroa com estrelinhas e a pintura do manto está danificada.
O meu marido fascinou-se com a imagem e lá a trouxemos.

O altar da minha casa habitual.
As imagens,Sagrado Coração de Jesus,comprado na feira de Setúbal, faltava-lhe a mão que restaurámos. Ainda lhe hei-de comprar a coroa, vai ficar mais bonito.
Nossa Senhora de Fátima comprei-a no Santuário, fiquei fascinada com esta em pó de madeira, achei-a encantadora.
Santo António em gesso comprei-o todo molestado na feira de Setúbal por 7 €, não tinha o menino nem a cruz, foi restaurado por mim, o meu marido fez a cruz.
Ainda um castiçal da Viúva Lamego e uma tacinha das Caldas.

Santos que guardam a minha casa rural, nas peleias ou mísulas, cada uma com o seu solitário, o terço ao meio à volta do crucifixo comprado na feira da ladra, imagem muito presente na minha memória de outros tempos neste tipo de casa.
Nossa Senhora de Fátima em latão comprada na feira da ladra e um Sagrado Coração de Jesus comprado na feira de Setúbal, mutilado sem mãos, foi restaurado por nós com as mãos de uma boneca de porcelana, a piada é que o meu marido meticuloso no que faz, as mão descolaram por duas vezes...naquela de dizer que não eram pertença ao Santo, teimosa insisti e lá estão.
Nesta casa preservo a tradição dos objectos, decidi não a rechear com peças melhores, já foi uma vez assaltada, e o que se sente é uma dor sem igual.

Oratório da minha casa de província no r/c,o esqueleto de uma máquina Singer da minha Titi que pintei de branco e o tampo de um balcão do BCP onde passou muito dinheiro, quando decidiram mudar o lay out e mudar para o vidro, iam para o lixo, decidi por um na mala do carro, foi o melhor que fiz.
Sagrada Família que comprei a uma amiga que a fez com uma massa à base de resinas, adoro as cores, a candeia de latão, este tipo de lamparina sempre o vi associado a iluminar os defuntos nos velórios. Nunca me apaixonaram talvez por isso. De qualquer das formas acho-as fascinantes com os utensílios suspensos , há qualquer coisa de magia nestas candeias, caixa de esmolas e flores.

Prateleira que está acima do oratório na casa de província, postada há relativamente pouco tempo, passou despercebida a alguns, agora mais rica com uma Custódia em salgueiro que comprei no festival gastronómico de Santarém.

Misula que outrora era do telefone no hall do 1º andar da minha casa de província, nela o S. Judas Tadeu, um dos meus Santos predilectos feito numa pasta com resinas, poderia ter ficado mais bonito, se fizer a comparação com outros trabalhos que a autora fez.Ainda um pormenor de um Lenço dos Namorados.

Mísula comprada na feira de Setúbal, o vendedor disse que a tinha trazido do Brasil, pesada, a Santa Nossa Senhora da Conceição também lá foi comprada.
Está no hall do 1ºandar da minha casa de província.

Comentários

Postagens mais visitadas