Loiça inglesa cavalinho



Comprei-o na feira da Costa, haviam 3, um tinha a estampagem mal feita, outro não tinha carimbo, sobrou este que trouxe em melhor estado
Gosto em particular deste motivo e neste tom, a lembrar o meu Sporting..............G!
O vendedor dizia que tinha sido copiado pela fábrica de Sacavém, tive de o esclarecer, engano seu, engano seu, é precisamente o contrário, nós tivemos pouca originalidade, copiámos muitos desenhos, este uma das versões de "cavalinho", não tão conhecida
Fez--me um desconto numa travessa que andava com ele, seguramente há um ano
Quando a lavei,encantei-me ainda mais

Comentários

  1. Ólá Isabel
    Achei este seu prato curioso por vários motivos:
    Primeiro por ser inglês com o padrão decorativo "Grecian Statue",que não aparece muito, o nosso "estátua" ou "cavalinho" de Sacavém; em segundo lugar por ser estampado a verde (o seu Sporting!!!), o que não é muito vulgar na faiança inglesa; finalmente a marca, que eu não conhecia, mas já encontrei na minha bíblia de marcas,"Pottery & Porcelain Marks" de Gordon Lang e depois confirmei num site q uso muito, "Pottery-Ceramic Trade Marks". Warranted Staffordshire e Stone China aparecem em muitas marcas mas as iniciais JB podem-se referir a dois fabricantes q operaram em Staffordshire: James Beech e James Broadhurst, ambos de final do séc. XIX. Não imagina o gozo q me dá comprar uma peça destas, mesmo sem marca, e depois andar a pesquisar, quer em livros, quer em sites, para descobrir o fabricante e a época de fabrico.
    Tenho muita bibliografia sobre faiança e porcelana inglesa porq é essa a minha principal área de coleccionismo.
    Em relação à questão de Sacavém ter copiado a faiança inglesa, eu diria mais, Sacavém foi essencialmente uma fábrica de loiça inglesa instalada em Portugal. Embora tenha sido fundada por um português, passados 6 ou 7 anos (1862/63)já estava na mão de industriais ingleses que mandavam vir tudo de Inglaterra, até os operários especializados vinham de lá. Com Massarelos aconteceu algo de semelhante, por isso não admira q alguns padrões decorativos sejam idênticos em peças de loiça inglesas e portuguesas.
    É muito interessante a história destas coisas, não acha?
    Um abraço
    Maria A.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Maria A.
    Gratificante o seu eloquente esclarecimento, não só útil para mim como acessível aos demais que por aqui passem, sem dúvida.
    Quando comprei este prato acabei por trazer putro do mesmo tamanho de Sacavém sem marca, mais grosso e de um verde magnífico, os dois jazem num escaparate na saleta onde na prateleira de baixo estão 2 de sopa dos pequenos de rebordo recortado, lindíssimos e ainda um pires também inglês que hei-de postar
    Beijos
    Isabel

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas