Cantão Popular da fábrica Cavaco




Encontrei-os na feira da Costa de Caparica
A vendedora estava ainda a pô-los em exposição
 
Adorei-os pelo tom forte, brilhante e sobretudo por estarem assinados
Magníficos
Comprei o par por 8 €, uma pechincha, regateei, claro.

Comentários

  1. Que interessante Maria Isabel, mais uma fábrica que se conhece de fonte segura que fez o Cantão popular! Que coisa extraordinária! Ainda bem que colocou a foto do verso!
    Bem haja
    Manel

    ResponderExcluir
  2. Pbrigado Manel
    Sabia que iria gostar...
    São muitas horas a lê-lo, é no que dá
    São maravilhosos.
    Aliás tenho outro maior assinado da fábrica Lusitânia algures nest blog
    Beijos
    Isabel

    ResponderExcluir
  3. Ando à caça de um deses pratos cantão popular da fábrica do Cavaco há uma data de tempo. Já tinha visto umas reproduções num livro de cerâmica sobre Gaia e um outro numa casa de velharias, em Benfica, junto ao Califa. Provavelmente ainda irei roubar uma imagem do seu blog

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Luís está à vontade
    Nem precisa de pedir
    Posso sempre tirar uma nova foto sem a aranha e dos dois, porque é um par
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá boa noite pode especificar o diametro que os seus "cavaco" têm sff??
    Acho-os simplesmente deliciosos, possuo um que penso ser maior pois apresenta um pouco mais de detalhes, tem 28,5cm...
    Parabens pelo blog, gostei muito de vaguear por ele, cumprimentos...
    Luis M.

    ResponderExcluir
  6. Bem vindo Luís M. ao meu blog.
    Também porque aprecio muito o seu nome, igualzinho ao do meu marido...ehehehe

    O diâmetro é de 15 cm.Seria um prato de sobremesa.

    O seu pelo tamanho será um prato raso ou de sopa.
    Neste blog tenho posts com vários que agrupei junto à lareira de uma casa de província. No caso só 2 estão assinados. Aradas, de Aveiro e Lusitânia de Lisboa.
    A semana passada andava numa banca na feira um pratão com mais de 30 cm assinado Cavaco, carimbo redondo, julgo última fase, pedia 150€, impecável, no entanto já não é tão vinoso como o meu.

    Não sei se o seu está assinado.

    Este motivo de cantão popular foi usado por muitas fábricas. Por isso é bastante difícil atestar a sua origem.

    Estes além de terem sido baratos são uma graça. Curiosamente um deles ofereci-o a um amigo que era virtual que conheci no seu blog de velharias e também se chama Luís.
    Tanta coincidência.

    Apareça sempre
    Cumprimentos
    Isabel

    ResponderExcluir
  7. Boa noite, ri-me imenso quando referiu "tanta coincidência" e para que perceba porquê passo a explicar...
    Isa com que assina uso-o diáriamente no meu vocabulário pois a minha mulher tambem se chama Isabel e trato-a exactamente pelo diminuitivo Isa, quanto ao meu nome Luis M.(Mota), o meu avô; o meu pai, eu e o meu filho mais velho, todos primogénitos temos o mesmo nome!

    Relativamente ao meu prato cavaco que referi, está assinado da mesma forma que os dois expostos em cima, é sopeiro e apenas tem umas pequenas falhas no vidrado, quanto a mim completamente insignificantes na parte traseira, não o tenho fotografado mas poderei fazê-lo brevemente para que possa visualizá-lo!

    A "febre" do cantão popular parece-me que tambem se instalou por aqui por casa e ao fim-de-semana tem sido um bom pretexto para em familia passear por algumas feiras daqui do norte...
    Obrigada pela sua rápida resposta e simpatia evidenciáda!
    Cumprimentos
    Luis M.

    ResponderExcluir
  8. Boa noite, hoje fotografei o prato que refiro no comentário anterior, mas não encontrei o seu endereço de email para que possa vê-lo, sendo que tomei a liberdade de enviar um email ao sr "Luis Y" tendo o cuidado de lhe pedir a amabilidade de lho reenviar, espero que ambos gostem e se assim entenderem podem usar as fotos nos respectivos blogs...
    Cumprimentos
    Luis M.

    ResponderExcluir
  9. Olá Luís Mota
    Desculpe-me o atraso, estive uma semana no Algarve e não levei o Pc.

    O meu email para quando quiser mandar fotos ou questionar alguma coisa

    ISACOY@HOTMAIL.COM

    Adorei a cena das coincidências.
    Sempre achei que as melhores pessoas tem o nome de Luís e no caso nas mulheres Isabel ehehehe...
    Salvo mais umas raras exceções(isto do acordo otografico, julgo que agora se escreve assim, será?)

    Obrigada pelo seu cuidado.A qualquer momento o LuísY me reenviará a foto do seu prato.
    Muito obrigado pelo seu cuidado e autorização.
    Claro que terei todo o gosto de o incluir.

    Gosto de ser prestável, gosto de gente de bem com quem aprenda e neste meio acredite que tantas dúvidas suscita...e é caso para...eu inverto essa tendência.Tenho tido uma sorte incrível.
    Só depois dos 50 descobri aqui neste meio virtual gente de real valor e estirpe.
    Amigos virtuais, alguns já nos conhecemos pessoalmente.
    Como nunca antes numa vida social e de trabalho conheci.
    A grande maioria do norte, centro e Lisboa.
    O que revela que o sul não terá o mesmo gosto pelo antigo, pelo património, pelas faianças, pela história e estórias pela partilha, pela ousadia, pela liberdade de expressão...lançado o mote agora eles que se defendam!
    Que me desculpem os do sul que se radicaram na capital...desculpas...desculpas...desculpas...

    É sempre um prazer encontrar pessoas como o Luís M.
    Um abraço
    Isabel

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas